Pense como um arquiteto: Desenhando formas orgânicas

Pense como um arquiteto: Desenhando formas orgânicas

5921
0
COMPARTILHE

Desenhando

Projete formas orgânicas
• Forma orgânica são formas que são encontradas na natureza, mas eles também são formas de itens feitos pelo homem.
A maioria das formas orgânicas em páginas da Web são criadas com imagens.
Alguns exemplos de formas orgânicas são:
– Folhas
– Flores
– Frutos
– Borboletas
– Plantas
– Entre outros…
Eu desenhando

Elas representam coisas naturais, curvas e traços presentes na natureza, como se tivessem surgido ali sem alguém ter criado nem modificado. É um estilo já comum em artes plásticas e que invade a arquitetura de uma forma muito moderna e elegante. É normalmente usado na arquitetura, algo que eu gosto muito, mas pode ser aplicado nos espaços internos também.

 

O desenho envolve uma atitude do desenhista (o que poderia ser chamado de desígnio) em relação à realidade: o desenhista pode desejar imitar a sua realidade sensível, transformá-la ou criar uma nova realidade com as características próprias da bidimensionalidade ou, como no caso do desenho de perspectiva, a tridimensionalidade.

O desenho tem sido um meio de manifestação estético e uma linguagem expressiva para o homem desde os tempos pré-históricos. Neste período, porém, o desenho, assim como a arte de uma forma geral, estava inserido em um contexto tribal-religioso em que acreditava-se que o resultado do processo de desenhar possuísse uma “alma” própria: o desenho era mais um ritual místico que um meio de expressão. À medida que os conceitos artísticos foram, lentamente, durante a Antiguidade separando-se da religião, o desenho passou a ganhar autonomia e a se tornar uma disciplina própria. Não haveria, porém, até o Renascimento, uma preocupação em empreender um estudo sistemático e rigoroso do desenho enquanto forma de conhecimento.

A partir do Século XV, paralelamente à popularização do papel, o desenho começou a tornar-se o elemento fundamental da criação artística, um instrumento básico para se chegar à obra final (sendo seu domínio quase uma virtude secundária frente às outras formas de arte). Com a descoberta e sistematização da perspectiva, o desenho virá a ser, de fato, uma forma de conhecimento e será tratado como tal por diversos artistas, entre os quais destaca-se Leonardo da Vinci.